sexta-feira, 18 de maio de 2012

Confesso: sou alienada!

Muitas vezes, desde que começou minha caminhada pra valer, eu escuto variadas críticas; na maioria das vezes, as pessoas dizem que eu sou alienada e que, nós católicos, somos pessoas sem pensamento crítico, blablablabla! Nunca me incomodou muito esse tipo de comentário, mas dia desses estava pensando seriamente nisto e analisando, CRITICAMENTE, o quanto alienada eu sou! E então fiquei me indagando no que a Igreja diz (e eu acredito) que pode me levar a ser alguém sem personalidade!

Em primeiro lugar a Igreja nos ensina o maior de todos os mandamentos: AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E AO PRÓXIMO COMO CRISTO NOS AMOU! Isso significa amar indistintamente, amar a pessoa como ela é e não como gostaríamos que ela fosse, amar sem esperar nada em troca...amar tanto que não consegue ficar em paz com o pecado do outro, porque da mesma forma que queremos ir pro céu, queremos encontrar todos lá em cima! Não é julgar o outro, não é apontar o dedo para o defeito alheio, isso é coisa do diabo, queremos corrigir, mostrar a direção! 

A Igreja também nos ensina a valorizar a vida, cuidar dela acima de tudo, porque sabemos que Deus não faz nada errado e cada vida é especial, independente de como ela foi concebida; por falar nisso, nossa Igreja também nos ensina a valorizar nosso TEMPLO VIVO, não deixando que as pessoas invadam e destruam aquilo que pertence a Deus: nosso coração! E é por isso que ela pede que vivamos a CASTIDADE! E desta forma também vivemos outro ensinamento: CUIDAR DE NOSSAS FAMÍLIAS! Não queremos mais divórcios, brigas, desunião...queremos lares santos e consagrados a Deus!

Também aprendemos a dar o pouco que temos, para ajudar quem nada tem; aprendemos a cuidar dos doentes, dos desabrigados, dos famintos...aprendemos a superar nossas dificuldades, amando a cruz e deixando que Deus nos ame, cuidando de nós; sem se deixar levar pelas modas, pelo egoísmo, pelos vícios, 

E tantas outras coisas que a Igreja me ensina e me deixa alienada...sei que ainda é de forma imperfeita que vivo tudo isso, aliás, ainda tenho muitos passos a caminhar rumo a santidade, mas uma coisa que tenho certeza: não é falta de amor da minha Igreja! Na verdade é a deficiência do meu coração que impede que as pessoas vejam como é linda nossa família! Se ser alienada é buscar tudo isso, eu sou e tenho MUITO ORGULHO disto!!! E sigo o Papa mesmo: eu sou da JUVENTUDE DO PAPA! Oras...

"Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a MINHA IGREJA e as portas do inferno NÃO prevaleccerão contra Ela." (Mt 16, 28)


Um comentário: