sábado, 12 de junho de 2010

Você é a tradução do que é o Amor

"Quando me perdi, você apareceu,
me fazendo rir do que aconteceu.
E de medo olhei tudo ao meu redor,
só assim enxerguei que agora estou melhor.

Refrão
Você é a escada da minha subida,
você é o amor da minha vida,
é meu abrir de olhos no amanhecer,
verdade que me leva a viver.
Você é a espera na janela,
a ave que vem de longe tão bela,
a esperança que arde em calor,
você é a tradução do que é o amor.

E a dor saiu, foi você quem me curou;
quando o mal partiu, vi que algo em mim mudou,
no momento que quis ficar junto de ti
e agora eu sou feliz, pois te tenho bem aqui.

Você é a escada da minha subida..."

(Esperando na janela - Blanch)

Quando escutei essa música pela primeira vez, já me apaixonei, porque ela era tão romântica, tão tirada do coração que fiquei imaginando quão maravilhoso seria cantar ou ouvir essa canção da pessoa amada. Depois de um tempo, comecei a enxergar os amores humanos de outra forma, comecei a achar que por sermos limitados e carentes e muitas vezes, por não conseguir viver nossos próprios sonhos, depositávamos expectativas em outras pessoas e assim, a decepção era certa. Fiquei meio revoltada, sem querer me envolver com ninguém, porque comecei a desacreditar do amor, todavia, se tem um conselho que eu posso dá é: não desista do amor.
Foi um tempo um tanto quanto vazio, porque eu nem acreditava que podia acontecer comigo e também considerava todos os relacionamentos entre homem e mulher uma falsidade, que tratava-se apenas de satisfação pessoal e que na verdade, nem dos dois estava interessado em fazer bem ao outro, mas tão somente suprir sua própria solidão. Foram tempos obscuros.
Por "sorte" o Amor de Deus me fez mudar este pensamento. Quando comecei a entender um pouquinho do Amor de Deus por mim e por todos seus filhos, fui começando a compreender que era possível sim amar. Por mim mesma, nas minhas limitações, talvez fosse impossível mesmo, todavia, ao colocá-Lo nos meus relacionamentos, sejam eles com amigos, família, homens, percebi que posso dá o que tenho e aquilo que eu não posso, O entrego e Ele faz "o resto". Foi nessa época que comecei a perceber Deus em tudo a minha volta, porque de fato, Ele deve ser o centro de tudo, porque a partir d'Ele posso compreender e amar toda a sua criação.
E depois de muito tempo sem escutar essa música, lembrei-me dela ocasionalmente, mas percebi que muito mais que uma declaração de amor entre homens, era uma declaração de amor a Deus; ela foi a primeira canção que extraí do mundo e tentei santificá-la e por isso tenho um "xodó" especial por ela. Tudo, absolutamente tudo nela, me faz pensar em Deus: Esperança, Verdade, Tradução do Amor, a dor que sumiu, escada de minha subida, enfim, todos os elementos dela me levam a pensar em Deus, verdadeiramente.
Porque somente Deus pode transformar uma dor, fazer encontrar o caminho aquele que estava perdido, só Ele nos faz perceber que ao Seu lado estamos melhores; Ele é a escada de nossa subida, subida ao céu; é, ou pelo menos deveria ser, o Amor de nossa vida, por Sua vontade abrimos os nossos olhos ao amanhecer, Ele é a VERDADE que nos leva a viver e nos liberta; é a espera na janela de dias melhores, a ave que vem de longe tão bela, símbolo do Espírito Santo, é aquela esperança que nem sabemos ao certo de onde vem, mas arde no peito, enfim, Ele e somente Ele é a tradução do Amor. Ele quem cura, nos liberta do mal, Ele é nossa felicidade.
Antes de sair cantando músicas como esta para seus namorados, namoradas, maridos, esposas, vejam bem o que vocês estão cantando; não esqueçam quem é o ÚNICO digno de nosso louvor e adoração, quem somente pode ser chamado de TRADUÇÃO DO AMOR.

Fiquem com Deus


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário